Alimentação pós-treino: benefícios do leite achocolatado

Depois de um bom jogo ou treino, todos sentimos necessidade de repor as energias. Mas qual a alimentação pós-treino ideal nesse caso?

O Squash é um esporte de alto gasto calórico e transpiração intensa. Logo, é preciso pensar na recuperação que sucede sua prática. Por isso, escolher os nutrientes corretos faz parte disso. Antes de mais nada, cabe dizer que uma alimentação saudável deve ser a base para todos. Isto é, sejam atletas profissionais ou amadores. Um treino básico e curto, não necessariamente requer suplementação ou estratégias mais específicas para repor nutrientes desde que a dieta pessoal já inclua os alimentos necessários que o corpo necessita.

Mas quem é squashista sabe que é difícil resistir aquele tradicional “vamos lá, só mais um joguinho”. Daí um treino ou partida que duraria meio-hora tende a se prolongar por uma hora ou mais. Nesses casos, o corpo vai se desgastar. Consequentemente, requererá estratégias que auxiliem na recomposição muscular para desempenho adequado das demais atividades cotidianas.

LEITE ACHOCOLATADO COMO ALIMENTAÇÃO PÓS-TREINO

Foto: Associação Médica Brasileira

As lojas dos chamados suplementos esportivos estão cheias de produtos, com os mais variados preços, para os mais diversos fins. Hipercalóricos, proteínas isoladas, blends, aminoácidos, bebidas eletrolíticas, dentre outros fazem parte do repertório disponível. É fácil se perder diante de tanta opção. Todavia, uma solução mais barata e disponível em qualquer supermercado parece também apropriada para ajudar na recuperação muscular depois de uma sessão mais puxada. Trata-se do tão popular e conhecido leite achocolatado, seja na versão em pó ou já pronta.

Estudos acadêmicos têm verificado que esse tipo de produto pode se mostrar superior a outros mais específicos para recuperação muscular de atletas. Isto é, pode se tratar de uma alimentação pós-treino ideal. O primeiro indício sobre isso foi identificado em uma pesquisa sobre a melhor escolha para hidratação pós-treino para ciclistas. Surpreendentemente, nessa ocasião, verificou-se que o grupo de controle que utilizou apenas leite se saiu melhor do que aqueles que utilizaram bebidas eletrolíticas (exemplo: gatorade). Outras pesquisas encontraram resultados similares. Ou seja, sugerem que achocolatados feitos com leite com baixo percentual de gordura se mostram adequados para a recuperação de atletas profissionais.

A principal explicação para isso decorre da proporção entre carboidratos e proteínas disponível nesse tipo de produto. Em média, há entre 3 e 4 gramas de carboidratos para cada grama de proteína (3:1 ou 4:1). Traduzindo, se você observar a tabela nutricional de um achocolatado feito com leite com baixo percentual de gordura, haverá cerca de 20 gramas de carboidratos para cada 5 gramas ou mais de proteína em cerca de 250 mililitros. Produtos cuja a proporção ultrapasse a relação 4:1 devem ser evitados.

MERCADO BRASILEIRO

No mercado brasileiro, as principais marcas de alimentos e de produtos derivados do leite oferecem opções de achocolatados. Isso ocorre seja pronto ou na versão em pó. No primeiro caso, é preciso atentar para o tipo de leite utilizado. A preferência deve recair para as versões com leite semi-desnatado ou desnatado. Afinal, em geral, apresentam proporção melhor de carboidratos e proteínas. Tome como exemplo o tão conhecido Nescau da Nestlé nas versões de 200 mililitros tradicional e light.

Proporção carboidratos/proteína: 4:1

Proporção carboidratos/proteína: 3,33:1

Ingredientes: Leite reconstituído, soro de leite, água, açúcar, cacau em pó, minerais (cálcio, magnesio e ferro), vitaminas (C, B1, B2, niacina, B6, B12, ácido pantotênico, biotina), sal, espessantes carragena, goma xantana e carboximetilcelulose sódica, aromatizantes e acidulante ácido cítrico.  Ingredientes: Açúcar, cacau em pó, maltodextrina, minerais, leite em pó desnatado, vitaminas, emulsificante lecitina de soja, edulcorantes artificiais acessulfame de potássio e ciclamato de sódio e aromatizantes.

Imagens: Imagem: www.nestle.com.br

Já nas versões em pó, a escolha do preparo também deve recair sobre o leite semi-desnatado ou desnatado. Tome como exemplo, mais uma vez, o Nescau nas versões tradicional e light e o leite em pós desnatado Molico da Nestlé.

Proporção carboidratos/proteína com leite desnatado Molico: 3,75:1 Proporção carboidratos/proteína com leite desnatado Molico: 2,38:1
Açúcar, cacau em pó, maltodextrina, minerais, , vitaminas, emulsificante lecitina de soja e aromatizante. Açúcar, cacau em pó, soro de leite, polidextrose, minerais, vitaminas, aromatizantes, emulsificante lecitina de soja, edulcorantes ciclamato de sódio e acessulfame de potássio e antioxidante ácido ascórbico.
Imagem: www.nestle.com.br

Vale lembrar que há diversas marcas que ofertam achocolatados e que podem ser utilizadas para comparar com o caso do Nescau. Todavia, comparativamente, a que apresenta melhor proporção carboidratos/proteína tem sido a Nestlé.

Imagem: homensrealistas.org

COMO AGE O LEITE ACHOCOLATADO

Os carboidratos simples, como o açúcar (ingrediente majoritário da maior parte dos achocolatados) funcionam como fornecedores de energia e a mistura de caseína e whey presentes no leite ajudam na recuperação muscular. Além disso, o achocolatado, em geral, tende a conter nutrientes essenciais como potássio, cálcio e vitamina D. Isso sem contar o sabor. Isto é, geralmente, agradável e de fácil digestão para a maior parte das pessoas (atenção especial, todavia, para quem tem intolerância a lactose).

CONCLUSÃO

Em resumo, uma boa alternativa, então, para uma rápida, fácil e agradável alimentação pós-treino ou jogo é o leite achocolatado. É preciso lembrar, contudo, que a escolha deve recair para aqueles com leite com baixo percentual de gordura. Também é importante ressaltar que uma dieta com excesso de açúcar não é recomendável fora desse momento de treino intenso. Em geral, o tempo é até duas horas após a atividade de alta intensidade ou após 15 minutos para melhores resultados.

Se o objetivo com o Squash é mais voltado para o bem-estar e redução de peso, também não é recomendável o excesso de açúcar. Já se você é daqueles que já está em forma, pratica exercícios físicos de forma regular e joga ou treina em longas sessões, um copo de leite achocolatado pode ser uma alimentação pós-treino interessante para recuperar os músculos para a próxima partida.

Em todos os casos, contudo, é recomendável consultar um nutricionista para verificar a viabilidade da inclusão desse tipo de alimento na dieta. 

Artigo anterior
Próximo artigo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

CONTEÚDO DO BLOG

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
269InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.