Mentalidade vencedora no Squash: jogando para vencer

Jogar Squash é muito bom. Além da atividade física em si, ele proporciona integração social. Não é por acaso que ajuda a melhorar o bem-estar e a saúde. Todavia, como qualquer esporte, desenvolver uma mentalidade vencedora no Squash é importante. Afinal, o ambiente esportivo é um ótimo local para exercitar a habilidade de assumir riscos, ter uma boa atitude perante derrotas e aprender com elas para ter mais sucesso.

Um ponto de discussão importante aqui, entretanto, é sobre o medo de falhar. Esse comportamento atrapalha muitas pessoas, tanto no esporte quanto em outras esferas da vida, de atingir seu pleno potencial.

O medo em assumir riscos trava o indivíduo, podendo gerar ainda mais dificuldades. Ou seja, o receio de falhar, na verdade, torna a falha mais provável. Dito de outra forma, a percepção de um atleta sobre as consequências negativas de uma derrota, geralmente, o fazem ficar mais “travado”. Ou seja, inibe sua consciência e instintos naturais, fazendo tudo parecer mais forçado e estranho.

JOGANDO PARA VENCER

Jogar para vencer se caracteriza, em geral, por um nível intenso de esforço, linguagem corporal, transmitindo autoestima e um contínua confiança para escolher jogadas e estratégias consideradas mais arriscadas.

Por outro lado, jogar para não perder se caracteriza em um estilo de jogo mais conservador, com tendência a se retrair em quadra, deixando o oponente ditar o ritmo do jogo. Isto é, o foco acaba recaindo sobre tentar evitar erros. Sob intensa pressão, este tipo de estratégia, na verdade, tende a se traduzir em mais erros, representando um paradoxo de se jogar para não perder.

Mas, então, como jogar para vencer sempre? No livro Top Dog—The Science of Winning and Losing, há uma boa orientação quanto a isso. De acordos com os autores, isso depende de como uma pessoa “encara” um objetivo pessoal ou uma determinada competição como uma ameaça ou desafio.

No primeiro cenário, no Squash em particular, as expectativas sobre si ou de outras pessoas são muito elevadas. Ou seja, pressão familiar, dos amigos, do treinador, além, é claro, da cobrança sobre si mesmo entram em cena nesse momento. Por isso, todos queremos desempenhar bem, pois é comum associar nossa imagem aos nossos resultados. Nesse cenário, é natural que joguemos para não perder, e não para vencer.

Quando encaramos algo como um desafio, por outro lado, assumimos uma postura mais neutra. Isto é, você não espera ser perfeito. Em geral, isso ocorre quando não tomamos a vitória como certa. Por isso, acreditamos na habilidade de produzir um desempenho que nos levará ao sucesso.

Você se sente mentalmente livre para assumir riscos, para jogar atacando e de uma maneira assertiva. Em resumo, você “vai para cima” do adversário. Afinal, confia nas suas habilidades e se sente preparado, o que se traduz em uma mentalidade vencedora no Squash.

CONCLUSÃO SOBRE A MENTALIDADE VENCEDORA NO SQUASH

Quem já ficou mais nervoso que o normal antes de um jogo importante se identificou com esse texto. Isso é natural a qualquer pessoa. Todavia, em um cenário competitivo, na vida ou no esporte, saber mudar a percepção de algo de uma ameaça para um desafio faz toda a diferença.

Embora seja fácil falar do que fazer, há bons exemplos para nos inspirar sobre isso. Na autobiografia do jogador inglês Nick Matthew, ex-número um do mundo no Squash, existe um relato interessante sobre a mudança de orientação mental para vencer e que ilustra o que foi apresentado. Na final do British Open de 2009, Matthew perdia por 10 a 8 no quinto e decisivo game:

Lembro de pensar que esse tipo de oportunidade não aparece o tempo todo. Talvez eu nunca mais tivesse outra chance dessa. De repente, minha missão se tornou clara. Foquei minha mente e me livrei das assombrações que me perseguiam durante a maior parte do jogo. Eu não tinha margem para errar, mas me recusei a ficar na defensiva. Decidi atacar. Fui para o tudo ou nada, recuperei o placar, venci a partida e o título por 12 a 10 no quinto game.
Nick Matthew

Portanto, assumir uma mentalidade vencedora no Squash pode ajudar no seu desempenho. Lembre-se, contudo, que os seus resultados no esporte não dizem necessariamente quem você é. Ou seja, vencendo ou perdendo no Squash, você continua sendo a pessoa que seus familiares, amigos e você mesmo sabe que é. Por isso, que tal, daqui para frente, tentar jogar para vencer e não para não perder?

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

CONTEÚDO DO BLOG

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
269InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.