3 dicas de treino de squash para sair do fundo de quadra

A premissa básica do jogo de Squash é jogar a bola para o fundo de quadra. Essa é a regra universal. Ou seja, é quase um mantra passado já na primeira aula. Feito isso, controla-se o T, o oponente fica limitado nas jogadas e sob pressão. Mas, é simples desenvolver essas habilidades? Na sua partida, quem fica assim, você ou seu adversário? Se for você, três dicas de treino de Squash podem ajudar. Afinal, os motivos para que isso ocorra, em geral, decorrem da incapacidade de jogar a bola para o fundo de quadra, de  jogadas mal executadas e subutilização do voleio.

Dicas de treino de Squash: incapacidade de jogar a bola para o fundo de quadra

Middle court squash
Imagem: psaworldtour.com

Você certamente já escutou isso uma centena de vezes. “Jogue a bola para o fundo de quadra para ter domínio do T”. Mas nem toda bola com essa intenção tem o mesmo momentum. Afinal, para que isso ocorra, a jogada tem que ser bem executada. Mas, o que determina a efetividade disso?

Pelo menos dois fatores podem ajudar nesse processo. Isto é, o peso e a precisão da batida na bola. Você está batendo muito forte ou muito suave na bola? Muito curto ou longo? Achar o ponto ideal é o santo graal para qualquer jogador.

Se a batida é muito forte e longa, você está exagerando. Nesse caso, o oponente não fará muito esforço. Afinal, basta manter a posição no T e esperar o quique da bola vindo da parede traseira. Consequentemente, tem a oportunidade de jogar a bola para o fundo de quadra e deixar você preso lá.

Se a batida é muito suave e sem profundidade, você oferece a quadra ao oponente. Isto é, ele tem toda as oportunidades de atacar. Afinal, a bola vai ficar mansa para que ele possa escolher a melhor jogada. Consequentemente, ele tem a oportunidade de matar o ponto ou pode deixar você preso no fundo de quadra.

A jogada ideal quando se está sob pressão no fundo de quadra é uma paralela que tire o voleio do adversário. Ou seja, com altura, mais próxima da parede lateral e sem muita velocidade. Essa é uma das dicas de treino de Squash mais importantes. Afinal, além de desenvolver a técnica, leva seu jogo para outro patamar. O seu oponente terá que sair do T e você poderá ocupar esse espaço. O objetivo dessa jogada é que o segundo quique da bola ocorra logo antes da parede traseira.

Dicas de treino de Squash: jogadas mal executadas

loose shot squash
Imagem: squashmad.com

Claro que jogar a bola com profundidade é o ideal. Mas se a maior parte das suas jogadas são mal executadas, você terá problemas. Afinal, se a bola fica constantemente no meio da quadra, é o mesmo que oferecer banana para macaco. Ou seja, seu oponente, fica com a faca e o queijo na mão para atacar na jogada.

Para tirar o adversário do T, como dito, é preciso mandar uma paralela no ritmo certo e “colada” na parede lateral. Ou bater uma cruzada com profundidade. Isto é, com o quique da bola logo depois do quadrado de saque em direção ao fundo de quadra.

Outra jogada importante é o lob. Sabe executar? Então mande ver. Não sabe, pratique. Trata-se de uma recurso defensivo fundamental para qualquer jogador. Afinal, proporciona tempo para reiniciar a troca de bola e voltar para o T. Essas são dicas de treino importantes. Por isso, não negligencie.

Dicas de treino de Squash: subutilização do voleio

nick matthew volley squash dicas de treino de squash
Imagem: squashmad.com

Nick Matthew, jogador inglês de grande sucesso, ficou famoso por ser utilizar o voleio de forma implacável. Em sua autobiografia, ele afirma que essa jogada era o seu superpoder principal. Por isso, treinava-o de maneira obstinada.

Logo, se você chegou até aqui e tem dito para si mesmo que é capaz de jogar a bola com profundidade e “colada”, mas ainda assim fica preso no fundo de quadra, há mais um ponto a ser trabalhado. Trata-se exatamente do voleio.

Se você está no meio da quadra e decide bater a bola do fundo de quadra ao invés do voleio, você abriu mão do T. Seu oponente agradece. Afinal, você deixou ele livre da pressão quando ele não o fez isso consigo. Você deliberadamente escolheu ficar com “a corda no pescoço”. E por que você faria isso?

Faça o teste na próxima oportunidade que jogar. Lute pelo seu espaço no T e diga para si mesmo que “nenhuma bola passará por você”. Isso te ajudará a perceber como há sempre boas oportunidades de utilizar o voleio. Não seja passivo e “ande a toa” na quadra. Seja mais agressivo e bata antecipadamente na bola. Consequentemente, isso te deixa no T e coloca o adversário sob pressão.

Não deixe essas dicas de treino para depois. Lembre-se sempre de aperfeiçoar a profundidade, a precisão e o voleio. Afinal, isso o levará para outro nível de jogo.

Se você tem outras dicas, compartilhe nos comentários!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

CONTEÚDO DO BLOG

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
269InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.