Raquete nova de Squash: você realmente precisa de uma?

Creio que todos nós, em algum momento, acreditamos que ao comprar uma raquete nova de Squash nosso jogo vai melhorar. Afinal, quem nunca pediu a de um colega emprestada e ficou maravilhado? Sim, isso é mais comum do que você imagina. É como se em um passe de mágica você vislumbrasse tudo que pode alcançar com aquele equipamento milagroso.

Todavia, acredite ou não, assim que você se acostuma, a maior parte das raquetes são muito parecidas. Claro que cada pessoa se adapta melhor a uma ou outra gramatura, distribuição do peso e cordas. Sobre isso, você pode entender um pouco mais no nosso guia de raquetes e no guia de cordas.

Bom, voltando ao assunto, uma regra básica, que vale para qualquer produto é: se não está quebrado, por que consertar? Isto é, será que não vale mais a pena, no lugar de comprar uma raquete nova de Squash, só colocar um overgrip? Ou simplesmente testar uma corda diferente?

Melhor ainda, que tal economizar o dinheiro e investir em mais um dia de aula com seu professor?

Aprendizado leva tempo

Se você quer levar o jogo a sério ou gosta de competir para valer, essa lição é fundamental. A não ser que exista um problema realmente sério com seu equipamento (ela pode ter se quebrado ou é muito pesada etc.), há pouco ou nenhum benefício em comprar uma raquete nova de Squash.

Sempre que você troca, há um período de adaptação até se acostumar com a batida, o grip, as cordas e por ai vai. E o que isso quer dizer? Você está perdendo um tempo precioso que poderia ser utilizado para melhorar seu nível de habilidade. Afinal, enquanto você se adapta, você acaba não conseguindo se concentrar na sua evolução.

Por isso, sempre se pergunte se você realmente precisa de uma raquete nova de Squash. Lembre-se que os profissionais, em geral, jogam com a mesma raquete por anos ou até mesmo por toda a carreira. Gregory Gaultier, por exemplo, mesmo com tendo um modelo da Dunlop com sua assinatura, ainda joga com a mesma de pelo menos dez anos atrás (é feita uma adaptação de cores para que ele pareça jogar com novo lançamento).

Ah, você pode até dizer que os profissionais mudam de raquete. Afinal, você acompanha os lançamentos ano a ano e já percebeu isso. Mas, há uma razão para essa situação. Ou seja, eles são obrigados por questões de patrocínio. Logo, acredite ou não, se dependesse deles, não haveria essa troca.

Quero uma raquete nova de Squash mesmo assim

Vamos insistir em um ponto. Isto é, se sua raquete atual quebrar, o conselho é…comprar o mesmo modelo novamente. É comum que as fabricantes parem de produzir um modelo após algum tempo. Para evitar isso, é recomendável ter pelo menos duas da mesma raquete ao mesmo tempo. E essas duas devem durar alguns anos.

Após algum tempo, você pode procurar um modelo diferente que se adapte ao seu estilo de jogo, desde que ele esteja melhor estabilizado. Ou seja, quem gosta de utilizar o voleio com frequência, tende a preferir raquetes mais leves. Já quem costuma devolver toda e qualquer bola, tende a querer raquetes mais pesadas. E quem tem um jogo de frente de quadra forte, acaba escolhendo raquetes com a cabeça maior.

Apesar de tudo isso, tenha em mente que sempre que você comprar uma raquete nova de Squash, seu jogo vai sofrer por um ou até três meses. Ou seja, como já dissemos, aprendizado leva tempo.

Conclusão

Em uma intensa troca de bola, lembre-se que você não pode contar somente com sua habilidade no manejo da raquete. Isto é, você precisa que isso seja instintivo, como uma natural extensão do seu braço.

Todavia, quando você joga com uma nova raquete, seu cérebro imediatamente sabe que há algo diferente. Por isso, a memória muscular tem que se adaptar novamente para controlar algo que está diferente na mão. Consequentemente, leva meses até que a confiança seja restabelecida em termos de habilidade com a nova raquete de Squash. Por isso, faça uma análise adequada de custo-benefício dessa ação.

As fabricantes sabem que 99% das raquetes são compradas por pessoas que não possuem um nível ainda elevado de jogo. Ou seja, acabam escolhendo o modelo mais recente disponível. Logo, sempre vale a pena garimpar modelos anteriores na internet. E isso se aplica mais ainda se você tem uma raquete mais antiga.

Bom, mas aqui também vale aquela velha máxima de que se conselho fosse bom, não se dava, se vendia. Portanto, compartilha conosco: você troca de raquete com frequência?

Se você gostou desse texto, compartilhe conosco suas experiências nos comentários.

2 COMENTÁRIOS

  1. Boa noite. O que você acha daquelas raquetes da Artengo (https://www.decathlon.com.br/conjunto-de-raquetes-de-squash-sr730-artengo/p) para quem nunca teve contato com o esporte? Será que quebra um galho no início?

    Tem uma quadra de squash aqui no meu condomínio e eu e minha esposa queremos começar a praticar o esporte para ver se ele nos encanta. Infelizmente não conhecemos ninguém que tenha raquetes para nos emprestar, então precisamos comprá-las e gostaríamos de começar gastando pouco.

    Abraços,
    Diego

    • Diego, vou tentar responder baseado na experiência de quem já passou por isso. Veja, em geral, raquetes de alumínio como essa do link que você postou não são recomendadas por questões de durabilidade e peso (essa daí tem 185 gramas, é muito pesada. Esse segundo fator, em particular, pode ocasionar desconforto e aumenta o risco de lesão, principalmente para quem está iniciando e ainda não tem tanta preocupação com executar o movimento corretamente. Isto é, pode sobrecarregar o ombro ou antebraço etc. Então, quebra o galho no início? Eu diria que sim, mas pode cobrar um preço maior mais na frente. Sei que quando vamos testar um esporte ficamos receosos com o custo inicial. Por isso, a decisão é a que cabe no bolso de cada um. Algumas regras práticas para escolha inicial são: 1) raquetes compostas com ligas metálicas, 2) peso entre 120 e 140 gramas e 3) modelos de anos anteriores (que reduz o custo inicial). Independente da sua escolha agora, vou te falar uma coisa: quem entra em quadra, não sai mais. O squash é contagiante. Tendo uma quadra no próprio condomínio então, nem pense duas vezes e vá lá bater uma bolinha!

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

CONTEÚDO DO BLOG

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
268InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.