Considerações sobre o aquecimento no Squash

O aquecimento no Squash é um momento importante antes de qualquer partida. Pela regra (artigo 4) e senso comum os dois jogadores tem direito iguais durante nesse momento. Contudo, nem sempre isso ocorre. Tem sido corriqueiro casos de monopolização da bola por um dos squashistas.

Mas o que pode ser feito quanto a isso?

Bom, o principal objetivo do aquecimento no Squash é…aquecer a bola. Isso mesmo, não é aquecer os jogadores. Qualquer atleta de final de semana sabe que não é possível deixar a musculatura pronta para uma atividade como o Squash com apenas cinco minutos de troca de bola. E isso considerando que os dois jogadores ficassem apenas batendo cruzadas um para o outro. Imagine no cenário atual em que cada um, em geral, bate paralelas para si antes de devolver a bola.

Na verdade, o aquecimento apropriado deve ocorrer fora de quadra, com alongamentos dinâmicos, bicicleta ergométrica, trotes etc. E isso deve ser parte da rotina de qualquer squashista, seja profissional ou amador.

Vale lembrar que um jogador não tem direito de pedir aquecimento separado. Isto é, se quiser treinar suas jogadas, é melhor tentar encontrar uma quadra vazia uma hora ou mais antes de jogar. Claro que todos devem ter a mesma oportunidade de bater a bola durante o aquecimento para “entrar no clima”, “sentir a quadra” etc.

Jogo oficial e não-oficial

Se o jogo for oficial, então é função do árbitro assegurar que o aquecimento seja justo. Ou seja, se um jogador injustamente monopoliza a bola, é dever do árbitro, inclusive, penalizar o jogador com uma advertência tomando por base o artigo 15. Por isso, se o jogador insistir nesse comportamento, pode até levar um stroke por conduta.

Por outro lado, se houver um consenso entre os jogadores de bater paralelas três ou quatro vezes (não mais!) e então devolver a bola com uma cruzada, o árbitro não deve interferir.

Se não houver árbitro, por exemplo, se for uma partida do dia a dia, as opções são mais delicadas. Ou seja, se perceber que o oponente está monopolizando a bola, pode-se, educadamente, demonstrar ou conversar sobre. Se não funcionar, bom, resta encontrar outro jogador.

Ponto final sobre o aquecimento no Squash

Por fim, a lenda diz que a razão de não se trocar apenas cruzadas no aquecimento no Squash seria decorrente da possibilidade de gerar maus hábitos no jogador. Isso não faz sentido, claro. Se o nível de jogo é tão frágil a esse ponto, talvez seja melhor jogar apenas consigo mesmo, batendo a bola sozinho contra a parede. Ninguém vai reclamar e não há regras ou etiqueta a serem seguidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

ENTENDA O SQUASH

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
269InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.