Estratégias mentais para vencer no Squash

A postagem “Vencer no Squash: nunca entregue os pontos” girou em torno do livro “Jogue para vencer”, de Brad Gilbert, ex-número 4 do mundo no Tênis, também ex-treinador de André Agassi (ex-número 1 do mundo). O livro é uma espécie de manual com dicas práticas para jogadores, enfatizando o que deve ser feito para melhorar o jogo para além do aperfeiçoamento técnico. Apesar de ser voltado para o Tênis, é possível adaptar estratégias mentais para vencer no Squash a partir dele.

O nosso esporte pode ser entendido a partir de, pelo menos, quatro dimensões: a técnica, a física, a mental e as ações a serem tomadas a partir da interação entre elas. Nem sempre, contudo, temos tempo para refletir ou dedicar para pensar no que podemos fazer para ter resultados mais imediatos. É justamente nessa lacuna que se insere o livro de Brad Gilbert. Por isso, vamos dar continuidade e listar algumas ideias que o autor apresenta, tentando aplicar ao Squash. Elas podem ser particularmente úteis para nós peladeiros de plantão e que, por vezes, negligenciamos o lado mental do esporte.

Jogue de maneira inteligente

Parece óbvio, concorda? De fato, é sim. Todavia, não se trata apenas de mais um mantra positivo que você deve aplicar dentro de quadra, pois o livro dá exemplos práticos sobre algumas estratégias mentais que você pode utilizar para vencer no Squash.

Observe seus adversários apropriadamente

Tome nota dos pontos fortes e fracos dos seus adversários. Tente reconhecer padrões que eles seguem ao executar jogadas em uma determinada posição ou situações específicas. Mais importante, identifique onde ou como seu oponente comete mais erros não-forçados. Ou seja, aqueles que ele comete de maneira não-intencional ou por falta de técnica. Essas são situações que você quer que aconteça durante o jogo, pois podem te dar pontos fáceis, que podem ser preciosos.

Trabalhe em conjunto com um amigo, um ajudando o outro em seus jogos. Acredite, funciona. Por experiência própria, já consegui virar um jogo de campeonato importante após perder facilmente o primeiro game apenas mudando a estratégia para jogar no ponto fraco do adversário. Isso ocorreu após uma simples mudança de escolha de jogada, com auxílio de um amigo fora de quadra.

Tenha um plano de jogo

Não importa qual seja seu adversário, seu plano deve ter como base o fato de que há sempre uma forma de vencer. Logo, sua estratégia deve ter objetivos bem específicos. Ou seja, o que você quer que aconteça e o que você quer tentar que não ocorra. Depois de identificar essas duas situações, isso vai te ajudar quando estiver dentro de quadra. Faça isso como hábito para tentar desenvolver estratégias de jogo.

Foque no jogo, não na arbitragem

Diversos elementos podem contribuir para distrações quando estamos jogando Squash. Um deles é a arbitragem. Aliás, todo esporte tem a figura do árbitro, que é humano e passível de decisões que você não concorda no momento. Por isso, fique esperto. Não questione toda e qualquer marcação. Algumas são menos duvidosas, e a dinâmica do jogo é rápida. O árbitro está ali para fazer o melhor, pode acreditar. Por isso, escolha sabiamente a hora de, por exemplo, pedir esclarecimentos sobre a decisão tomada pelo árbitro. Isso pode ajudar a recuperar o foco, bem como quebrar o do adversário.

Controle mental do jogo

Utilizar pequenos artifícios mentais é uma tática presente em todos os esportes. Na verdade, é uma forma de tirar vantagem até o limite possível das regras do jogo. Quem consegue ter o controle mental adequado, em geral, obtém vantagem sobre o adversário. No livro, algumas reflexões são interessantes como estratégias mentais para vencer no Squash.

Tire vantagem do ritmo do adversário

Todo mundo tem um amigo que gosta de dar aquela enrolada entre um ponto e outro. Ou, simplesmente, se depara com um adversário que não tem o ritmo de jogo como você gostaria. O que acaba acontecendo? Você entra no jogo dele e não ele no seu. Uma forma de superar isso é você tomar as rédeas. Isto é, no momento em que você se vê querendo reiniciar o jogo no saque, por exemplo, e seu adversário está lá, retardando para enxugar o suor, não se apresse também. Aproveite o momento para retomar a concentração e retome seu foco para o jogo. Se, por outro lado, ele quer fazer tudo muito rápido, tome seu tempo para se concentrar, não deixe ele acelerar tudo.

Apague a faísca, não o fogo

As emoções fazem parte do esporte. A raiva é uma delas e pode ser uma arma importante se bem direcionada. Quando estamos jogando, os adversários podem fazer ações sutis e pequenas que nos “tiram do sério”. Além disso, outros elementos presentes durante o jogo também podem contribuir para tirar a concentração. Logo, aprenda a reconhecer quando isso acontece. Se há algo que possa ser feito para eliminar o efeito desses fatores, que o seja feito rápido. Afinal, no momento em que você se der conta que está irritado, pode ser tarde demais para recuperar o dano causado no resultado do jogo.

Controle os momentos do jogo

Seja qual for o esporte, é preciso ter estratégias mentais para cada momento. No Squash, o jogo é um até o oitavo ponto. Alguns dizem que é mais fácil chegar até ele do que fechar a partida. Afinal, a medida que se afunila para o fechamento nos 11 pontos, as emoções costumam aflorar com mais intensidade. Por isso, tente trabalhar a partida reconhecendo os momentos. Trabalhe bem a bola quando estiver pressionado ou fora de posição. Dite o ritmo quando tiver a oportunidade de atacar. Dê importância a todos os pontos, não apenas quando tiver o match point contra ou a favor.

Conclusão

Estratégias mentais para vencer no Squash são importantes. Nem todos nós damos a devida atenção. Nem sempre por vontade, mas, muitas vezes, por falta de tempo ou rotina mesmo. Esse tipo de ação também podem ser mais fáceis de falar, ou ler sobre, do que fazer. Mesmo assim, o hábito é quem possibilita desenvolvê-las, se você ainda não parou para tentar. No nível recreativo ou amador, elas podem fazer a diferença no jogo, pode acreditar. Em um jogo mais disputado, o ponto decisivo entre a vitória ou derrota pode estar exatamente nessa questão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, insira seu comentário!
Por favor, insira seu nome aqui

CONTEÚDO DO BLOG

428FãsCurtir
721SeguidoresSeguir
120SeguidoresSeguir
269InscritosInscrever

Curtinha do squashistas

Receba mensalmente atualizações no seu email.